Tenho vergonha. Tenho de vergonha de um dia ter apoiado aquela amostra de gente e de ter feito dele a imagem do blog que eu um dia decidi criar. O Rui Vitória pode não ser o melhor do mundo e eu posso não o considerar treinador para o Benfica ou concordar com o que faz. Mas é o treinador do Benfica. Do meu Benfica. E só lhe consigo desejar o melhor e esperar que tenha muito sucesso no meu clube. No meu Ferrari. Aquele que em 6 anos, só em metade conseguiste controlar, enquanto que na outra metade andaste a conduzir como se fosse uma bicicleta. Sempre foste e sempre serás uma amostra de pessoa, pela maneira como desrespeitas os teus colegas (sim, colegas) e os nossos, como o Shéu. Pelos anos que cá passaste, sabemos que a tua bazófia vai ser também a tua queda. Como já tantas vezes foi. Como daquela vez que uma equipa sem treinador te ganhou a taça...

Mas no meio disto tudo, só consigo sentir vergonha por algum dia a imagem deste blog teres sido tu. Não vales um chavo!
Seis! No último sábado. Seis. Um, dois, três, quatro, cinco, seis. É o União da Madeira. Mas atenção que eles nem criaram perigo na segunda-parte. Muita forte esta defesa do Benfica, a parar o Amilton e o Cádiz.

Se fossem todos gozar com o caralho é que faziam bem. Que amadorismo de merda. ISTO NÃO É O BENFICA!


Meus amigos, desculpem mas isto hoje vai ser tudo corrido a eito. 
 
Durante estes últimos 6 anos sempre que eu conhecia alguém que “não ligava muito ao futebol” eu sabia logo de que clube é que ele era. Nos próximos anos também, só que o nome do clube vai mudar. Dá-lhe até Janeiro para verem blogues do Benfica a fecharem que nem portas. 

Houve um dia em que andei a bater mal houve. Foi o dia em que o JJ foi anunciado como treinador do Sporting. Quando isso foi anunciado eu vi logo que nunca na vida íamos contratar um treinador a sério e que íamos ser encavados sem dó nem piedade pelo Sporting enquanto o JJ lá estivesse. Faltam 2.7 anos mais ou menos para o fim do contrato de JJ no Sporting. Este ano ainda vamos a caminho de duas humilhações históricas em Alvalade. Mas para o ano há mais. E depois para o outro ano também. 

Vitor Pereira e Marco Silva estavam livres. O VITOR PEREIRA, O OUTRO MALUCO PELO TREINO, O GAJO DOS COMPORTAMENTOS DEFENSIVOS DE EXCELENCIA, DOS TRIANGULOS DE MEIO CAMPO, O GAJO QUE FOI BI-CAMPEAO EM PORTUGAL, O GAJO QUE TEM CONTAS A AJUSTAR COM O PORTO, O GAJO COM UMA PERSONALIDADE FORTE, O GAJO QUE PERDEU ZERO JOGOS EM 2 ANOS, O GAJO QUE POS JESUS DE JOELHOS, O ANTI-JESUS.... ESTAVA LIVRE. 

Mas não, o LFV decidiu contratar o professor de educação física que é um bom garfo , porque era amigo dele. Comportamentos colectivos de excelencia? Isso come-se?

Fomos buscar o gajo que acha que “o treino talvez seja o menos importante.”

O treino. O único sítio onde o treinador pode trabalhar. Aquele exercício que o Jesus diz sempre que nunca tem que chegue. Onde o treinador pode fazer a diferença. Onde pode transformar 11 mancos numa equipa que se comporta como equipa em todos os momentos do jogo. Talvez seja o menos importante. “Talvez”. Nem disse ele tem a certeza. 

O gajo que vira costas a penalties. 

O gajo que entrega cartinhas aos jogadores para eles lerem antes de irem mimir para os motivar. 

O gajo que bate palminhas sem parar na linha lateral. 

Temos um adjunto que foi escolhido por isto:

“Foi uma coisa de dias, e levei o Arnaldo [Teixeira, o adjunto] comigo pela primeira vez. Achei que ele tinha o perfil ideal para ser o meu braço-direito, porque já o conhecia da escola onde dava aulas.”

O gajo que bebe água em certas alturas porque uma vez no Fátima um contra ataque perigoso foi parado quando ele estava a beber água. Nem a beber o Atlantico inteiro com bacalhaus e tudo à mistura lá ias ó Rui. 

Estou para ver qual é o teu “ritual de conforto” nos jogos contra o JJ ó Rui.  Imagino que involva vaselina. Depois dá aí à malta que vai ser preciso. 

Em dois passes de mágica o LFV fez da nossa p*** o nosso chulo. F*****. Há hoje blogues que falam de futebol para além da m**** da “intensidade” e da “motivação” e dos resultados. Blogues!!!! F***-**. Fala-se mais do trabalho de treinador (no treino c*****) na p*** dum blogue que na sala de reuniões onde se escolhem os treinadores do Benfica.

No jogo contra o Galatasaray o Eliseu passou o jogo todo completamente aberto a marcar a linha lateral sempre na marcação HxH. Isto em metade do jogo foi mesmo ali à frente do “palminhas”.

Só para repetir: O Benfica tem um treinador que dá ordens ao lateral para que ele fique a 30 metros do central, encostado à linha lateral, só porque está lá um gajo da outra equipa. Em 2015.

Depois o golo nasce de um passe que passou pela galaxia entre o lateral e o central. E a culpa foi atribuída a quem? Ao lateral, por estar mal posicionado. Genial. 

LFV tem um historial terrível a escolher treinadores. Medonho. Medonho. Medonho. A seguir vem o Paulo Bento, a seguir o Queiróz e a seguir o Peseiro. Olhar para a p*** de um modelo de jogo é que esquece. Olhar para ver se as equipas têm a p*** de comportamentos colectivos de qualidade é que não. O RV o ano passado teve 4 vitórias na segunda volta. Nem para a puta do livescore foi capaz de olhar.

Ou LFV se vai embora ou assume de uma vez por todas que os critérios que usa para escolher treinadores são a p*** dos piores critérios do mundo e passa a pasta a outrém. E olhando para a destruição de um plantel brilhante à 2 anos, se calhar também é melhor remodelar por completo quem quer que seja responsável por este amadorismo atroz. Mas porra, como é que eu digo mal de jogadores que são todos bi-campeões? 

E podem ir para o c***** com o “ái mas o Jesus também perdeu por 5 e meias finais com o Braga e bla bla”. F***-**, quando isso aconteceu o Jesus já tinha sido campeão com o futebol do rolo compressor. Já tinha mostrado que era capaz, c*****. E mais, os comportamentos colectivos das equipas do Jesus de 2010-2011 não têm nada a ver com as dos últimos 3 anos e meio. O Jesus que mandámos embora não foi o Jesus de 2010, foi o Jesus bi-campeão de 2015 fodasse. 

O JJ moderno, o de à 3 anos para cá, veio à Luz espetar 3 com João Pereira, Paulo Oliveira, Naldo, Jefferson, Adrien e Teo não permitindo a p*** sequer de 1 remate à baliza do Patrício. Encham a cara de m**** antes de dizerem mal do Silvio e do Eliseu. O JOÃO PEREIRA C******.

Paulo Bento, Queiroz, Peseiro e Espírito Santo. É isto que nos espera. E quanto mais depressa passarem melhor. Dá para virem todos na mesma época e serem despedidos todos na mesma época? Não consigo lidar com 6 ou 7 anos desta autentica “lotaria da m****” (marca registada) até se tropeçar num treinador a sério. 

LFV, da próxima vez pelo menos leva-me a jantar.
É que eu gosto de estar de barriga cheia quando me f****.

É de noites destas que os nossos pais e avós insistem em falar e que tornaram o Benfica num grande europeu. E são noites destas que não temos tido há largos anos. Muita agressividade, concentração e eficácia num dos estádios mais complicados do mundo.

- Ala direita de jovens que só nasceram uma vez. Um deles volta a fechar o seu lado como se fosse o dono daquele lugar há anos. O outro volta a mostrar grande cultura tática e culmina uma boa exibição com o golo da vitória. Aos 18 anos.

- André Almeida continua a surpreender. Mais uma vez ninguém dava por ele, mas aquele lugar é dele.

- Jonas e Nico, Nico e Jonas. Dupla que bem podia dar nome a um qualquer desenho animado, mas que prefere espalhar classe por esses relvados fora.

- Jiménez excelente na luta, sempre a ajudar e a sacrificar-se. Não teve uma oportunidade de golo, mas a sua exibição foi tremenda. Tal como a do Imperador, Júlio César, que voltou a ser enorme.

- Rui Vitória continua a fazer a equipa crescer, apoiado num futebol mais ponderado. Se no Dragão só aguentamos uma parte, hoje foi todo um jogo, depois de estarmos a perder no Calderón. É obra!

- Isto de jogar com o Jackson a central é sempre outra coisa. Corta sempre! Que nível!

CARREGA BENFICA!
É verdade que vitórias morais não existem e que na segunda-parte nos encolhemos um pouco, mas hoje vi finalmente um Benfica a jogar olhos nos olhos no Dragão, coisa que nos anos anteriores era quase sempre utopia. Vi um Porto jogar apenas e só de uma maneira (bola no Brahimi que ele resolve) e o Benfica a evitar isso mesmo com dois putos na lateral-direita. Curioso (ou não) que o golo do Porto surge de um desiquilíbrio do mesmo Brahimi, poucos minutos depois da saída do Guedes. Perdemos numa jogada em que nos encontrávamos descompensados, tal como podíamos ter sofrido antes ou marcado na primeira-parte. Faz parte do futebol. Agora, o que não devia acontecer:

- um presidente de um clube que acaba de perder um clássico aos 86 minutos a rir-se na bancada no final do jogo. Será que também se riu quando estava no Brasil há três anos atrás? Continuem a votar no homem, que deu a Rui Vitória "as mesmas condições do anterior treinador".

- o Maxi já era um filho da puta de merda, hoje elevou ainda mais isso mesmo. A maneira como entra ao Jonas, já com amarelo e ainda consegue ganhar lançamento em vez de ser expulso, é de génio. O outro careca que joga ao lado dele não é nada menos que mais um Bruno Alves.

Este Porto joga mal e ainda vai perder muitos pontos. Cabe ao Benfica ter capacidade de os recuperar. Viva o Benfica!

Diziam as más línguas que este Benfica jogava mal e porcamente. E estavam, infelizmente, corretas. Mas bastou darem a Rui Vitória 15 dias de "pré-época" e rapidamente tudo pareceu melhorar. Os miúdos estiveram confiantes, as combinações surgiram, a agressividade aumentou e a bola, como que de repente e por pura magia, se lembrou novamente que o melhor lugar que pode ter é na baliza de um adversário do Benfica. Há ainda muito trabalho a fazer, como é óbvio e esta goleada não pode servir de consolo, mas sim de motivação para um trabalho ainda maior, A verdade é que, com a Champions à porta e a visita ao Porto logo a seguir, este resultado e sobretudo esta exibição, não podiam vir em melhor altura.

PS: Pela internet fora, foram vários os benfiquistas que confessaram que cada vez que vêm jogar Gaitán ou Jonas, isso os leva a questionar a sua própria sexualidade. Oh minha gente, desculpem lá ser tão direto, mas já desde maio que somos todos bi...

Mais um que já nasceu dez vezes. Impressionante como, longe de Jesus, os nascimentos parecem multiplicar-se a um ritmo estonteante. Parabéns também ao Victor Andrade pela garra e qualidade na estreia e ao novo homem-golo da Luz. Há muito a melhorar mas esta vitória caiu que nem ginjas...
Quero pouco saber se vocês acham que o Teixeira já é uma merda, que o Paulo Lopes devia ter pendurado as botas há 5 anos ou que o Talisca já é o maior de novo. Delicio-me a ver coisas destas e basta-me, porque estamos na pré-época. É preciso melhorar e talvez até contratar? Talvez, mas seria bem pior se este rapaz acabasse numa equipa chinesa qualquer...


Agora que já não ganha o salário mínimo, o novo nº2 dos corruptos e a sua família de sem abrigos já podem fazer imensas coisas novas que nunca tiveram oportunidade de realizar nas suas vidas de pobres.

Ora vejamos:
- Uma cirurgia plástica para tirar aquele bocado de estrume que tem por cima da boca
- Acender a lareira da sala com notas de 10 euros
- Pagar livre trânsito do Holmes Place para a família toda
- Comprar Luboutins de todas as cores para a mulher andar sempre em pandan
- Stock ilimitado de papel cavalinho e aguarelas para as aulas de EVT dos verruguinhas
- Nunca mais por gasolina na bomba do Intermarche 
- Comprar aquelas chuteiras novas do CR7
- E as do messi tambem
- Oferecer uma Bimbi e uma Dolce Gusto a todos os jogadores da selecção Uruguaia  
- Comprar Iphones e selfies sticks para o Paco Casal e para a sua frota de jogadores amestrados
- Ter o cuidade de oferecer um ramo de flores e um postal ao pintinho peidoso por lhe ter chamado corrupto
- Fazer um seguro de vida, aos joelhos e à família toda que os superdragays são gajos que se chateiam facilmente.

Por outro lado há ainda assim coisas que nao vai dar ainda assim para comprar:
- Uma coluna vertebral
- Respeito
- carácter
- Tomates
- Vergonha na cara

Mas nem tudo é mau. Nós, os verdadeiros Benfiquistas, ficamos a partir de hoje a saber que realmente tudo é possível neste mundo...e para o provar aqui fica uma foto de um porco a andar de bicicleta:


Foram apenas 5 anos, mas parece que fizeste parte desta família desde sempre. É com orgulho que posso dizer que passaste pelo Benfica, que nessa tua carreira formidável, estará para sempre o nome do meu clube. Os campos de futebol perderam hoje parte da sua magia. Ficamos agora à tua espera, fora do campo. Obrigado, Pablito!